1ª rodada de negociação: Químicos da Força na luta por aumento real e garantia de direitos

0
499

“Nesta campanha, nossa luta é pelo reajuste e aumento dos salários, valorização do Piso Salarial e PLR, e custeio sindical para fortalecimento da negociação coletiva. Daremos continuidade na construção de cláusulas que beneficiem os trabalhadores da categoria, fortalecendo e modernizando as relações de trabalho, e mantendo conquistas já garantidas em Convenção Coletiva.”

Sergio Luiz Leite, Serginho,
Presidente da FEQUIMFAR e
1º secretário da Força Sindical

Na próxima sexta-feira, dia 20 de outubro de 2017, dirigentes da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo, filiada à Força Sindical e à CNTQ) e Sindicatos filiados estarão reunidos com a bancada patronal do Grupo CEAG-10 da FIESP para a 1ª rodada de negociação referente à Campanha Salarial e Social da categoria.

Com data-base em 1º de Novembro, a categoria reivindica:

– Reajuste salarial: Inflação + 2% de Aumento Real
– Piso Salarial de R$ 1.650,00
– PLR no valor de 2 Pisos Salariais
– Piso do técnico químico: R$ 2.200,00
– Cartão alimentação: R$ 160,00

A FEQUIMFAR e seus 33 Sindicatos filiados representam mais de 150 mil trabalhadores em todo o estado de São Paulo nos segmentos químico, plástico, fertilizantes, abrasivos, cosméticos, tintas e vernizes.

“Para fortalecer as negociações coletivas, unificamos a luta da FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT para que possamos conquistar bons reajustes e valorizar as demais cláusulas de nossa Convenção Coletiva de Trabalho.”
Edson Dias Bicalho,
Secretário geral da FEQUIMFAR e
Presidente do Sindicato dos Químicos de Bauru e Região

A data base da categoria é 1º de Novembro e
os Químicos da Força contam com o apoio da central Força Sindical, CNTQ e da INDUSTRIALL nesta Campanha Salarial e Social.

 

Deixe uma resposta