Abertura do 9º Congresso da FEQUIMFAR reúne lideranças sindicais de várias categorias

0
64

Com a participação de delegados do Congresso, trabalhadores e trabalhadoras do ramo industrial químico, autoridades, e dirigentes sindicais de várias categorias, na noite de ontem, foi realizada a solenidade de abertura do 9º Congresso da FEQUIMFAR, no auditório da Colônia de Férias dos Químicos, em Praia Grande SP.

O secretário geral da FEQUIMFAR, Edson Dias Bicalho, coordenou a cerimônia e destacou que com o lema “conectar, inovar e avançar”, este é o primeiro Congresso já inserido na nova realidade das relações de trabalho e já num formato atualizado, sem material impresso, por exemplo, e mais informatizado.

Todos os participantes da mesa saudaram os congressistas e a iniciativa da Federação dos Químicos na realização do evento.

O secretário estadual de emprego e relações do trabalho de SP, Cícero Firmino da Silva, o Cícero Martinha, aproveitou sua fala para destacar a importância do movimento sindical fazer uma autocrítica para que possa avançar, se reinventar para e construir um país melhor.

“Diante de um cenário conturbado para a classe trabalhadora e movimento sindical, reafirmamos que neste Congresso, temos objetivo de discutir e construir diretrizes para enfrentar a atual conjuntura do país, formulando propostas para o fortalecimento da estrutura sindical e força de trabalho, além de orientações que apontem novos caminhos e ações em prol dos trabalhadores e trabalhadoras do ramo químico no estado de São Paulo. Neste importante ano eleitoral, aproveitamos também para ressaltar que devemos buscar inserir as pautas social e trabalhista nos programas dos candidatos, a fim de debater nossas reivindicações e lutas”, disse Sergio Luiz Leite, presidente da FEQUIMFAR, o Serginho.

A abertura do Congresso contou com a participação de Jurandir Pedro de Souza, diretor financeiro da FEQUIMFAR, César Augusto de Mello, assessor jurídico da FEQUIMFAR e presidente da Comissão de Direito Sindical da OAB-SP, Marcos Bulgarelli, presidente do SINDNAPI, Herbert Passos, coordenador nacional da SNQ, Eunice Cabral, presidente do Sindicato das Costureiras de SP, Antonio Silvan Oliveira, presidente da CNTQ, João Carlos Gonçalves, o Juruna, secretário geral da Força Sindical, Danilo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical SP e vice-presidente da FEQUIMFAR, Maria Auxiliadora, secretária de políticas para mulheres da Força Sindical, e Larri dos Santos, presidente da Federação dos Químicos do Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta