AGÊNCIA SINDICAL: Bicalho abriu a série “Ações sindicais ante a crise econômica”

0
84

Quinta (5), o Repórter Sindical na Web, na TV Agência Sindical, entrevistou Edson Bicalho. Ele preside o Sindicato da categoria em Bauru (SP), é secretário-geral da Federação (Fequimfar/Força Sindical) e integra o Comitê Executivo Mundial da IndustriALL, Sindicato internacional de trabalhadores fabris. Bicalho abriu a série “Ações sindicais ante a crise econômica”.

Principais falas do sindicalista:

Na marra – “A mudança na legislação trabalhista é antidemocrática. Não houve discussão com a sociedade e muito menos com o movimento sindical. Foi feita pra devastar a classe trabalhadora”.

Custeio – “No momento em que o Brasil tem 14 milhões de desempregados, impor uma legislação que tira o financiamento sindical é covardia. Altera e piora o equilíbrio de forças”.

Ajustes – “Devemos conter despesas. Mas não podemos errar na dose. Reduzir a comunicação e o jurídico é um erro. A comunicação é quem pode aproximar mais as entidades das bases e mostrar o valor da ação sindical. A precarização pela reforma vai aumentar a procura pelo Jurídico”.

Sindicalização – “Estive no Japão. Lá o trabalhador entra na empresa e automaticamente é sindicalizado. Quando procura emprego, passa pelo Sindicato que o encaminha à vaga. É ilusão acreditar em sindicalização espontânea e em massa”.

Indústria – “Não basta só uma política industrial, que, aliás, nem temos. Faltam políticas públicas, qualificar a mão de obra e baixar a rotatividade, que, no setor de brinquedos, por exemplo, chega a 60% ao ano”.

ASSISTA – Ao programa completo, clicando aqui.

Fonte: Agência Sindical.

 

Deixe uma resposta