Campanha salarial: Químicos de Guaíra conquistam reajuste para trabalhadores nas usinas de etanol

0
608
Alta Mogiana

Os trabalhadores da Usina Alta Mogiana conquistaram a reposição da inflação, 100% das horas in itinere, PLR de R$ 220,00, cartão alimentação de, no mínimo R$ 350,00, vale-refeição de R$ 55,00 e hora-extra.

Já os trabalhadores da Usina Guaíra conquistaram reajuste salarial de 100% do INPC, manutenção das horas in itinere e PLR de R$ 1.520,00.

Na Usina Guarani, o piso salarial da categoria foi reajustado em 100% do INPC mais 2% de aumento real e nos demais pisos, o reajuste foi de 100% do INPC. Além disso, conquistaram 80% das horas in itinere, cartão alimentação de R$ 703,50 para turnos e de R$ 273,00 para fixos.

Os trabalhadores da Usina Colorado também conquistaram reajuste do piso salarial de 2% de aumento real mais o INPC integral, convênio odontológico (empresa arcará com 50% do valor) e manutenção das horas in itinere.

Celio Pimenta, presidente do Sindicato dos Químicos de Guaíra, informa que as negociações na região foram encerradas e comemora os resultados obtidos: “diante da realidade da nova lei trabalhista, ressaltamos importantes conquistas e manutenção de direitos em Acordo Coletivo de Trabalho. Agradecemos a todos os trabalhadores que se mantiveram unidos junto ao Sindicato para que fosse possível avançar nas negociações”.

Deixe uma resposta