Dia da consciência negra

0
75

Comemorado em 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra é uma oportunidade para resgatar a história dos negros no Brasil, que é marcada pela luta em prol da liberdade e igualdade. Além disso, é um momento para refletir sobre as dificuldades que ainda existem e tanto prejudicam sua inserção, com qualidade, na sociedade e, principalmente, no mercado de trabalho.

Vivemos em um país em que a desigualdade social tem origem em sua construção histórica. Nossa sociedade é segmentada e as oportunidades sociais são diferenciadas nos diversos grupos étnicos e raciais que aqui existem.

Sabemos que os próximos anos serão de grandes desafios, e nesse processo, temos que estar em alerta. Sejamos mais protagonistas do que nunca! Onde houver cenas de racismo, violência, marginalização, discriminação, exclusão e diferenciação nos postos de trabalho e salário, por questões raciais, estaremos exigindo justiça!

Nesta data, quando celebramos a memória e força de Zumbi dos Palmares, reafirmamos a importância de ações afirmativas para combater a discriminação, bem como políticas públicas que visem o combate à pobreza, mais qualidade na educação, saúde, saneamento e habitação popular, maior inserção do negro nos processos políticos e no acesso ao emprego decente, redes de proteção social, reconhecimento cultural, garantindo assim uma qualidade de vida mais digna para todos.

Registramos e agradecemos aqui o total apoio da FEQUIMFAR, Sindicatos filiados, juntos com a CNTQ, Força Sindical e Força Sindical SP, em todas as ações e atividades, somadas a interlocuções junto ao governo, nas prefeituras e câmaras municipais para continuemos avançando nas questões de igualdade racial.

Nosso reconhecimento e valorização àqueles que, bravamente, lutam e conquistam o seu espaço, diariamente.

Francisco Carlos Quintino da Silva,
Coordenador do Departamento de Relações Étnicos-raciais da FEQUIMFAR e
Presidente do Sindicato dos Químicos de Rio Claro

Deixe uma resposta