Dia Mundial de Luta Contra a Aids e o Projeto Verão Sem AIDS

0
59

Para nós do Departamento de Saúde do Trabalhador da FEQUIMFAR, o 1º de dezembro – Dia Mundial de Luta Contra a Aids é uma data que integra a agenda das ações de prevenção realizadas pelo “Projeto Verão Sem Aids – Valorizando a Vida”.

Progressos

O Brasil chega aos 30 anos de luta contra o HIV e aids com registro de queda no número de óbitos por aids no país. Segundo o novo Boletim Epidemiológico, divulgado nesta semana, em quatro anos, a taxa de mortalidade pela doença passou de 5,7 por 100 mil habitantes em 2014 para 4,8 óbitos em 2017.

A garantia do tratamento para todos, lançada em 2013, e a melhoria do diagnóstico contribuíram para a queda, além da ampliação do acesso à testagem e redução do tempo entre o diagnóstico e o início do tratamento.

Os novos números da epidemia revelam que, de 1980 a junho de 2018, foram identificados 926.742 casos de aids no Brasil, um registro anual de 40 mil novos casos. Em 2012, a taxa de detecção de aids era de 21,7 casos por cada 100 mil habitantes e, em 2017, foram 18,3, queda de 15,7%. Na comparação com 2014, a redução é de 12%, saiu de 20,8 para 18,3 casos por 100 mil habitantes.

A doença e o mundo do Trabalho

Entendemos que essa é uma questão que importa para o mundo do trabalho. A maior parte da população contaminada está em idade produtiva. E mais, com o advento dos cuidados médicos as pessoas que vivem com HIV/AIDS necessitam, devem e, sobretudo, tem o direito de continuar trabalhando.

Projeto Verão Sem Aids – Valorizando a Vida completa 24 anos

O Departamento de Saúde do Trabalhador da FEQUIMFAR tem essa compreensão desde 1994 quando, falar sobre a Aids era motivo de menosprezo. Mas, mostrando uma visão de futuro e abraçando a causa da prevenção, com o apoio da diretoria da FEQUIMFAR, idealizamos o “Projeto Verão Sem AIDS – Valorizando a Vida” que em 2018 terá sua 24ª edição.

A longevidade dessa iniciativa mostra sua relevância. É uma campanha de educação, prevenção, redução do contágio, que luta contra o estigma e discriminação em relação ao HIV/AIDS no mundo do trabalho. Incentiva a procura de exames para detecção de soropositivos e o diálogo saudável a respeito de sexualidade como forma de prevenção ao HIV/AIDS.

Acontece na Praia Grande SP, com ações e atividades em várias Colônias de Férias, locais escolhidos para que o trabalhador e também sua família tenham acesso às informações sobre prevenção e contra a discriminação.

O sucesso da ação do movimento sindical representado pelo Departamento de Saúde do Trabalhador da FEQUIMFAR, preocupado com a saúde das trabalhadoras e trabalhadores, inclusive seus familiares, levou a expansão do projeto para outras regiões do estado de SP e a partir de 2009 passou a ser incorporado às ações da Força Sindical São Paulo. Uma contribuição dos químicos para outras categorias.

João Donizeti Scaboli
Diretor do Departamento de Saúde do Trabalhador da FEQUIMFAR
Secretário adjunto de Segurança e Saúde do Trabalhador da Força Sindical
Representante do Conselho Nacional de Saúde
Membro do Conselho Consultivo da Fundacentro

Deixe uma resposta