Especialistas querem resgatar o protagonismo da FUNDACENTRO

0
100
Scaboli e o ministro interino do Trabalho, Helton Yomura

Durante a reunião, Scaboli ressaltou que para a FUNDACENTRO resgatar seu protagonismo como referência na produção de pesquisas, capacitação e formação para a promoção e prevenção de acidentes e doenças do trabalho, é necessário garantia de um orçamento que permita cumprir o planejamento estipulado para adequar a instituição às novas realidades do mundo do trabalho e suas novas formas de adoecer e acidentar, em destaque fundamental na adequação está votada no quadro de servidores dessa instituição, pois a defasagem de recursos humanos da FUNDACENTRO dificulta atender as demandas do país.

Salientou também que com a conjuntura econômica do país é necessário planejamento organização e previsão orçamentária, porém deixou claro que em se tratando de Saúde do Trabalhador (a), o governo tem que olhar com bons olhos, pois o país já não suporta o custo social gerado por acidentes e doenças do trabalho que com a terceirização e a reforma trabalhista tem tido um grande aumento de suas ocorrências, devido à precarização no mundo do trabalho. No entanto o país tem em vigor desde 2012 a Política Nacional de Saúde e Segurança no Trabalho, que determina o papel de cada Ministério com seus planos de ações para melhoria das condições de trabalho, lamentavelmente a sociedade ainda não se beneficia desta política, pois ela ainda não foi tirada do papel por nenhum dos ministérios envolvidos.

Fonte: Secretaria de Saúde e Segurança do Trabalho da Força Sindical.

Deixe uma resposta