ETANOL – STI Rio Preto realiza assembleia na Usina Vale para discutir proposta patronal

0
247

Após várias reuniões e muito debate, a Usina Vale de Onda Verde fez uma proposta de reajuste salarial para os seus trabalhadores, que será levada em votação de escrutínio secreto hoje e amanhã.

A Vale é a única empresa da base do STI Rio Preto que ainda não fechou o acordo coletivo de trabalho de 2017/2018. A direção da Vale ofereceu na última segunda-feira, em reunião na Delegacia do Trabalho, aumento de 1,73% linear para todas as cláusulas econômicas, o que foi recusado na mesa pelos dirigentes do Sindicato. E nesta quarta-feira (27), em mais uma reunião com a empresa, após duas horas de negociação, ofereceu aumento salarial de 2,4% e 4% na PLR. O Sindicato conseguiu que a empresa mantenha o pagamento da hora ”in itinere” até 30 de setembro de 2018. “Vamos levar agora ao conhecimento dos trabalhadores para aprovação ou não. Eles que decidem”, afirmou o presidente João Pedro Filho. Se aprovado pelos trabalhadores, a empresa fará o pagamento já com o reajuste salarial para o próximo dia 5 de outubro.  A data base na Usina Vale é 1º de setembro.

O secretário geral do STI Rio Preto, Ilson Martins, falou sobre a luta da entidade neste ano. “Desde março que estamos na campanha salarial do álcool/etanol, lutando para manter os benefícios dos trabalhadores. Com os acordos fechados até aqui conseguimos manter o melhor acordo, piso salarial e pacote de benefícios do Estado de São Paulo. Lutamos para ter o trabalhador da base ao nosso lado”, afirmou Martins.

Fonte: Assessiva Comunicação.

Deixe uma resposta