Governo de SP se reúne com caminhoneiros neste domingo

0
153
Foto: OAB SP.

César Augusto de Mello, presidente da Comissão de Direito Sindical da OAB SP e consultor jurídico da FEQUIMFAR, articulou reunião entre caminhoneiros e Governo do Estado de SP para reabrir as negociações entre as partes.

Ministro Carlos Marun cancelou participação na reunião; governador Márcio França anunciou, no sábado, a suspensão da cobrança de pedágio por eixo

“Os descontos no pedágio e no diesel não cobrem os custos que tivemos por estar parados”, disse o caminhoneiro Bruno Rafael Oliveira. Com o diagnóstico de falta de lideranças entre os caminhoneiros, o presidente da comissão de Direito da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SP), César Augusto de Melo, tenta intermediar o diálogo entre os caminhoneiros e o governo. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, esperando na reunião, cancelou a participação no encontro.

No sábado, França anunciou a suspensão da cobrança de pedágio por eixo suspenso em todas as praças do Estado se os caminhoneiros liberarem totalmente as rodovias paulistas. Em coletiva de imprensa,  informou ainda que a medida custará em torno de R$ 50 milhões por mês e garantiu que as concessionárias rodoviárias serão compensadas.

“Essa é uma demanda antiga da categoria que nós estamos dispostos a atender para demonstrar o nosso voto de confiança a eles e eles a nós. Eu conversei com o presidente Temer para que o governo federal possa compensar isso em São Paulo (…) A partir de agora, vamos chamar as empresas, entre hoje e amanhã, para conversar com elas e produzir essa compensação”, disse na ocasião.

Fonte: Jornal O Estado de S. Paulo (por Bruno Ribeiro)
Foto: Bruno Ribeiro/Estadão

Deixe uma resposta