HOJE: Repórter Sindical na Web entrevista Edson Bicalho sobre ações sindicais ante a crise e a reforma

0
119

Repórter Sindical na Web, na TV Agência Sindical, desta quinta (5) recebe o dirigente químico Edson Bicalho. Ele preside o Sindicato da categoria em Bauru (SP), é secretário-geral da Federação (Fequimfar/Força Sindical) e integra o Comitê Executivo Mundial da IndustriALL, Sindicato internacional de trabalhadores fabris.

O programa inicia a nova série temática “Ações sindicais ante a crise econômica”, agravada pela reforma trabalhista e sindical. A ideia é mostrar como as entidades vêm enfrentando problemas como desemprego, queda na receita e perda de fontes de custeio. E como deverão atuar após a efetivação da lei trabalhista, em 11 de novembro.

O apresentador João Franzin comenta: “A crise atinge duramente o mundo do trabalho. E não só os Sindicatos e demais entidades de classe. Devemos perguntar como Dieese, Diap, Diesat e mesmo a Agência Sindical – empresa com 26 anos – vão se adaptar ou sobreviver”.

Recomendações – No artigo “Quatro prescrições”, o consultor João Guilherme Vargas Neto, orienta: “Para que os dirigentes, auxiliares e ativistas possam praticar com êxito a descida às bases é muito importante que na sede dos Sindicatos e das demais entidades os serviços essenciais sejam mantidos, reforçados e melhorados”.

Externa – A reportagem é sobre a Plenária Nacional dos Trabalhadores na Indústria, realizada dia 29, em São Paulo, pelo movimento ‘Brasil Metalúrgico’. O quadro Arquivo Sindical mostra entrevista com Murilo Pinheiro, presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (Seesp), sobre o impacto das obras da Copa de 2014 na engenharia brasileira.

Repórter na Web é exibido ao vivo toda quinta, das 20 às 21 horas, na TV Agência Sindical. Aos sábados, é veiculado na TV Guarulhos, Canal 3 da NET; às terças, em Brasília, na TVComDF, Canal 12 da NET.

Participe – Perguntas pelo e-mail tv@agenciasindical.com.br ou WhatsApp (11) 94270.9363.

Assista – O programa também pode ser acessado por smartphone ou Smart TV. Assista, posteriormente, em nosso canal do YouTube.

Fonte e mais informações: Agência Sindical.

Deixe uma resposta