Indústria farmacêutica exporta emprego

0
122

FEQUIMFAR e CNTQ, por meio do companheiro João Scaboli, que é diretor do departamento de saúde do trabalhador da FEQUIMFAR e membro do Conselho Nacional de Saúde pela Força Sindical, entregaram um documento que retrata que a indústria farmacêutica brasileira tem exportado emprego em vez de valorizar o setor nacional.

Elaborado pelo Dieese, o estudo foi entregue ao presidente do CNS, Fernando Zasso Pigatto.

Leia o documento, aqui.

Na oportunidade, Scaboli disse que é um momento de reflexão: “Queremos gerar empregos no Brasil e fortalecer as empresas abertas não só na cadeia produtiva do setor farmacêutico porém outros setores também”.

Para Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e 1º secretário da Força Sindical, é fundamental a “re-industrialização” do setor farmacêutico no Brasil, valorizando a produção nacional e os empregos.

Antonio Silvan Oliveira, presidente da CNTQ e do STI Guarulhos, destaca a importância do setor e políticas competitivas para substituir importações por produção nacional.

Deixe uma resposta