Químicos da Força apoiaram greve dos professores

0
69
Rio Claro

Os Químicos da Força declararam apoio ao Dia Nacional de Greve na Educação. O dia 15 de maio foi marcado por paralisações, assembleias, aulas públicas e manifestações em todo o país.

Em São Paulo, o grupo de Ação Sindical da FEQUIMFAR, acompanhado do advogado César Augusto de Mello, esteve na Paulista, próximo ao Vão do Masp, dando o seu apoio à movimentação e também aproveitando para coletar assinaturas para o abaixo-assinado contra a proposta de reforma da previdência do governo.

Em Guarulhos, foi divulgada a seguinte nota:
Sindicalismo de Guarulhos apoia greve dos Professores
(E condena cortes de investimentos governamentais na Educação)

Professores, trabalhadores em escolas e estudantes realizam hoje (15/5) Greve Nacional da Educação. A causa é justa, pois as bandeiras são:

1) Combate à reforma da Previdência, que agride duramente direitos e conquistas do professorado;
2) Defesa de mais investimentos públicos na Educação – do básico à pós-graduação -, tendo em vista os cortes drásticos anunciados pelo presidente Jair Bolsonaro;
3) Defesa do Ensino de Ciências Humanas, que são fundamentais à formação cultural e moral dos estudantes.
Nós, abaixo-assinados, apoiamos a greve desta quarta e pedimos o apoio da nossa população.

Vivemos a chamada sociedade do conhecimento. Portanto, a formação educacional se torna indispensável ao progresso pessoal, social e da Nação. Estamos no limiar da indústria 4.0, de alta tecnologia, de alta produtividade, duas condições que só se realizam se houver uma forte base educacional.

Ao ensejo, denunciamos o obscurantismo bolsonarista, que, ao atacar a Educação, coloca o Brasil na contramão da história.

Viva a Educação. Viva o Educador. Viva o Brasil.

Assinaram o documento diversas entidades sindicais, entre elas, os Químicos de Guarulhos.

Em Rio Claro, diretores do Sindicato dos Químicos foram para as ruas manifestar o seu apoio.

Em Ribeirão Preto, os Químicos também participaram da mobilização.

Deixe uma resposta