Químicos da Força aprovam pré-pauta de reivindicações

0
517

Reunidos em Seminário de Negociação Coletiva, dirigentes da FEQUIMFAR e Sindicatos filiados aprovaram a pré-pauta de reivindicações da categoria, dando início à Campanha Salarial e Social dos trabalhadores nos setores industriais químico e plástico do estado de São Paulo.

A pré-pauta de reivindicações inclui:
– Reajuste salarial: Inflação + 2% de aumento real
– Piso Salarial de R$ 1.650,00
– PLR no valor de 2 Pisos Salariais
– Piso do técnico químico: R$ 2.200,00
– Cartão alimentação: R$ 160,00

“Além das propostas econômicas, temos como bandeiras de luta o fortalecimento dos Sindicatos nas negociações coletivas, com resistência às alterações da nova lei trabalhistas, a fim de manter e avançar nas cláusulas sociais. Também foi deliberado propor aos trabalhadores uma contribuição para a negociação coletiva que, aprovada em assembleia, irá custear Sindicato, Federação, Confederação e Central Sindical. Vamos fazer esse debate sobre o custeio com os trabalhadores beneficiados pela Convenção Coletiva de Trabalho.”
Sergio Luiz Leite,
Presidente da FEQUIMFAR e
1º secretário da Força Sindical

Próximas etapas
Até o dia 24 de setembro, dirigentes dos Sindicatos filiados, com apoio da FEQUIMFAR, CNTQ e Força Sindical, realizarão assembleias em toda a base para que os trabalhadores apreciem a pré-pauta de reivindicações.

Sendo aprovada pela categoria, a Pauta de Reivindicações será entregue ao setor patronal do CEAG 10, após assembleia, no dia 25 de setembro.

A FEQUIMFAR e seus Sindicatos filiados representam cerca de 150 mil trabalhadores no setor industrial químico e plástico no Estado de São Paulo, que estão distribuídos nos segmentos químicos, plástico, petroquímicos, abrasivos, fertilizantes, cosméticos, tintas e vernizes, entre outros.

“Nesta Campanha, a Federação dos Químicos junto aos Sindicatos filiados estarão mobilizadas, reivindicando o reajuste salarial com aumento real, valorização do piso, PLR e a garantia de direitos.”
Edson Dias Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR e
presidente do Sindicato Químicos de Bauru

“No atual contexto, é importante resistir para que possamos manter tudo o que já alcançamos ao longo dos anos em Convenção Coletiva. Será preciso muita mobilização e esclarecimentos nas portas das fábricas a fim de estabelecer a união em defesa de direitos e conquistas.”
Jurandir Pedro de Souza,
diretor financeiro da FEQUIMFAR e
presidente do Sindicato dos Químicos de Itapetininga

“Temos uma grande responsabilidade realizando a primeira negociação pós-reforma trabalhista, ou seja, somos parâmetro para as demais categorias e precisamos caminhar juntos, inovando e recriando estratégias para superar essa fase, garantindo e ampliando conquistas para os trabalhadores.”
Antonio Silvan Oliveira,
Presidente do Sindicato dos Químicos de Guarulhos e
Presidente da CNTQ

A data base da categoria é 1º de Novembro e 
os Químicos da Força contam com o apoio da central Força Sindical, CNTQ e da INDUSTRIALL nesta Campanha Salarial e Social.

Deixe uma resposta