Químicos da Força conquistam manutenção das cláusulas sociais em Convenção Coletiva

0
243

“Nesta primeira rodada de negociação, apesar dos representantes patronais apresentarem proposta de mudança em mais de 20 cláusulas, a bancada dos trabalhadores conquistou a manutenção de todas as cláusulas sociais que já constam em Convenção Coletiva, por mais um ano. No atual cenário, em que muitas negociações coletivas estão encontrando grandes dificuldades, consideramos de profunda importância garantir conquistas que foram alcançadas ao longo dos anos. Às vésperas da entrada em vigor da reforma trabalhista, manter as conquistas da Convenção Coletiva é um importante avanço! Agora vamos potencializar o debate sobre as cláusulas econômicas!”

Sergio Luiz Leite, Serginho
Presidente da FEQUIMFAR e
1º secretário da Força Sindical

Na manhã de hoje, dia 20 de outubro de 2017, dirigentes da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo, filiada à Força Sindical e à CNTQ) e Sindicatos filiados reuniram-se com a bancada patronal do Grupo CEAG-10 da FIESP para a 1ª rodada de negociação referente à Campanha Salarial e Social da categoria.

Mesmo num cenário em que a nova lei trabalhista está prestes a entrar em vigor, os Químicos da Força, representados por dirigentes da FEQUIMFAR e Sindicatos filiados, conquistaram proposta de manutenção integral das cláusulas sociais já existentes na Convenção Coletiva dos trabalhadores nos setores químico e plástico.

Na próxima sexta-feira, dia 27 de outubro, nova rodada de negociação vai discutir as cláusulas econômicas da Convenção Coletiva de Trabalho.

Com data-base em 1º de Novembro, a categoria reivindica:

– Reajuste salarial: Inflação + 2% de Aumento Real
– Piso Salarial de R$ 1.650,00
– PLR no valor de 2 Pisos Salariais
– Piso do técnico químico: R$ 2.200,00
– Cartão alimentação: R$ 160,00

A FEQUIMFAR e seus 33 Sindicatos filiados representam mais de 150 mil trabalhadores em todo o estado de São Paulo nos segmentos químico, plástico, fertilizantes, abrasivos, cosméticos, tintas e vernizes.

“Para fortalecer as negociações coletivas, unificamos a luta da FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT para que possamos conquistar bons reajustes e valorizar todas as cláusulas de nossa Convenção Coletiva de Trabalho.”
Edson Dias Bicalho,
Secretário geral da FEQUIMFAR e
Presidente do Sindicato dos Químicos de Bauru e Região

A data base da categoria é 1º de Novembro e 
os Químicos da Força contam com o apoio da central Força Sindical, CNTQ e da INDUSTRIALL nesta Campanha Salarial e Social.

Para acessar as fotos da 1ª rodada de negociação da Campanha Salarial e Social dos trabalhadores nos setores químico e plástico, clique aqui.

Deixe uma resposta