Químicos da Força participam do 2º Seminário Internacional Brasil sem Amianto

Químicos da Força participam do 2º Seminário Internacional Brasil sem Amianto

0
61
Scaboli junto a Eduardo Mello da Unicamp, Eduardo Algranti da Fundacentro, e Hermano Castro da Fiocruz.
Scaboli junto a Eduardo e Daniele, do DIESAT, e Geordecy, coordenador da CIST Nacional

O coordenador do departamento de saúde do trabalhador da FEQUIMFAR, João Scaboli, que também é membro do Conselho Nacional de Saúde pela Força Sindical e diretor do DIESAT, esteve no evento e destacou toda a luta pelo banimento do amianto no Brasil

Entre os dias 15 e 18 de maio, acontece o 2º Seminário Internacional Brasil sem Amianto: uma abordagem da saúde do trabalhador.

A coordenação do evento é do Ministério Público do Trabalho, por meio do Programa Nacional de Banimento do Amianto e tem o apoio da Fundacentro, DIESAT e entidades parceiras.

Scaboli e Dr. Hermano Castro do Instituto Fio Cruz

O seminário busca refletir se as recentes decisões do STF (Ações Diretas de Inconstitucionalidade 3937 e 3406), embora validem a eliminação da questão do amianto no mundo jurídico brasileiro, mudam na prática a vida do trabalhador brasileiro acometido por doenças relacionadas ao amianto.

Outras questões que o seminário busca responder nesta fase pós-banimento do amianto são: como será o acolhimento e o tratamento desse trabalhador nos serviços de saúde? Conseguiremos, finalmente, pôr fim à invisibilidade desses cidadãos, criando sistemas de registro de doenças asbesto-relacionadas?

Scaboli junto a Eduardo Mello da Unicamp, Eduardo Algranti da Fundacentro, e Hermano Castro da Fiocruz.

Além disso, o evento objetiva deixar um legado para as próximas gerações, que significa ampliar a percepção para os múltiplos riscos à saúde presentes no mundo do trabalho brasileiro, fortalecendo a certeza de que os esforços coletivos são capazes de realizar a mudança que almejamos ver em todas as dimensões na sociedade brasileira.

Fonte: Brasil sem amianto.

Deixe uma resposta