Químicos de Rio Preto avançam nas negociações da Campanha Salarial do etanol

0
182

A diretoria do STI Rio Preto está avançando nas negociações da Campanha Salarial e Social dos trabalhadores no setor do etanol 2018/2019. Nas últimas semanas, a entidade fechou acordo coletivo com seis unidades da base. Ainda restam 10. As unidades que já fecharam o acordo com o Sindicato ficam nas regiões de Vista Alegre do Alto, Ariranha, Palestina, Santa Albertina, Monte Aprazível e Planalto. “Em algumas unidades conseguimos aumento real nos salários e nas demais aumento real no ticket alimentação”, afirmou o presidente da entidade, João Pedro Filho.

O dirigente falou que com o fim das horas “in itinere” (horas de transporte) tem encontrado dificuldade para negociar. “Querem achatar o salário da categoria, mas a diretoria não vai recuar em momento algum. Nessas seis empresas conseguimos salvar esses valores e vamos continuar lutando para manter nas outras também”.

João Pedro salienta que as horas “in itinere” acabaram com a aprovação da reforma trabalhista, em novembro do ano passado, mas a remuneração do trabalhador precisa ser mantida. “Não podem retirar a remuneração que todos vinham ganhando há vários anos. Os valores correspondem mais de 15% dos salários. Precisam manter, sim. Ainda mais agora, com um INPC falso e mentiroso, isso é um absurdo para os setor do álcool”.

Nas seis unidades fechadas até o momento, o STI Rio Preto conseguiu salvar os valores das horas “in itinere”.  “Nas seis unidades os patrões viram que é importante manter a remuneração. E por que nas outras não acham isso também? Todas produzem o mesmo produto. O pau que bate em Chico também bate em Francisco. É imprescindível que os trabalhadores não se dispersem. Ainda estamos em negociação e vamos ter muita luta pela frente”.

Fonte: Imprensa do STI Rio Preto.

Deixe uma resposta