Você está aqui:Home » Artigos » Palavra do Presidente

O STF E OS DIREITOS TRABALHISTAS

O STF (Supremo Tribunal Federal), através do Ministro Gilmar Mendes, suspendeu a aplicação da Sumula 277 do TST (Tribunal Superior do Trabalho), que garante a ultratividade da norma coletiva, ou seja, enquanto não for firmado um novo acordo, prevalecem as conquistas anteriores. Suspender esse mecanismo é um incentivo aos empregadores em não negociar, ou forçar negociações com redução de direitos e conquista ...

Leia Mais

Ameaças da PEC 241 contra trabalhadores ainda podem ser corrigidas. À luta, pois!

Sob o pretexto de disciplinar as contas públicas, a PEC 214 aninha diversas ameaças aos trabalhadores, a começar pela desvalorização explicita do salário mínimo; ainda é tempo de combater suas distorções Aplaudida de pé pelo mercado financeiro e considerada pelo governo como o primeiro e mais importante passo para o ajuste fiscal, a PEC 241 embute em seu conjunto diferentes ameaças para os trabalhadores. A ...

Leia Mais

No primeiro semestre fizemos a nossa parte ! Agora é Mobilização Geral no segundo semestre !

No primeiro semestre fizemos a nossa parte! Agora é Mobilização Geral no segundo semestre!!  Em contraste com o balanço de negociações salariais, publicado pelo DIEESE (quinta-feira, 01/09), em que os reajustes do 1º semestre de 2016 apresentaram os piores resultados desde 2003, levando em conta 304 unidades de negociação em setores da indústria, do comércio e dos serviços em todo o país, as categorias dos ...

Leia Mais

Químicos mobilizados contra as ameaças aos direitos trabalhistas e o desemprego

Nos próximos dias estaremos divulgando um boletim padrão, para todos os trabalhadores Químicos do Estado de São Paulo, e por que não dizer para todos os Químicos do Brasil! Levando e denunciando as principais propostas patronais e do governo quanto a reforma trabalhista e previdenciária. O trabalhador precisa saber que o governo quer aumentar em quase 16 anos a mais de trabalho para aqueles que têm menos de ...

Leia Mais

ENTRE TODOS OS CAMINHOS, TEMER VAI ESCOLHENDO O PIOR PARA O BRASIL

O governo Temer começou, goste-se ou não dessa realidade. Não adianta brigar com os fatos. Os primeiros movimentos da nova ordem apontam para uma marcha galopante sobre os direitos dos trabalhadores. Será preciso, sim, muito diálogo e negociação, mas, também, muita mobilização e pressão para corrigir o rumo adotado pelo presidente e seu principal ministro político, o chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Em ...

Leia Mais

Palavra do Presidente: Injustiça e Insensibilidade

O projeto de reforma da previdência que o ministro chefe da Casa Civil afirma que o governo finalizou reúne injustiça e insensibilidade, além de atropelar um processo de negociação que está em curso. Para as mulheres, a proposta de estabelecer o direito à aposentadoria apenas aos 65 anos de trabalho é de extrema agressividade. Não levam em conta as especificidades femininas e ignora o fato, sabido de todos, ...

Leia Mais

Porque a Aposentadoria Especial não é um privilégio

Existem pessoas que trabalham 35 anos para se aposentar e outras que com 25 anos conseguem a sua aposentadoria. A primeira vista isso parece uma injustiça, mas quando conhecemos os motivos dessa diferença, percebemos que a injustiça existe não pelo tempo de trabalho dessas pessoas, e sim pelo tipo de trabalho, pelas condições que estas mesmas pessoas foram submetidas ao longo de suas vidas. Ou seja, um dire ...

Leia Mais

A inserção dos trabalhadores negros nas indústrias químicas do Estado de São Paulo

Dados do PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2014, que mostram que no Brasil a população negra correspondia a 53,63% do total de residentes no país, e que no estado de São Paulo o percentual equivalia a 37,25% da população, exemplificam que esses mesmos percentuais pouco se aplicam em relação à inclusão social de negros e suas famílias, no que se refere a uma distribuição geral nas mais di ...

Leia Mais

Centrais unidas na luta são mais fortes que adversários ultraliberais

Uma cena que há muito não se via se deu em São Paulo, na terça-feira 26 de julho: os seis presidentes de centrais sindicais juntos, fechando uma pauta comum de enfrentamento aos setores ultraliberais do governo e do empresários e, com igual ênfase, articulando ações pela imediata criação de empregos e a superação da crise econômica. A unidade das seis centrais sindicais – CUT, Força, UGT, Nova Central, CSB ...

Leia Mais

Declaração Irresponsável

Declaração Irresponsável Nosso repúdio maior a declaração do presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Robson Braga de Andrade, que afirmou que o governo deve promover "medidas muito duras" na Previdência Social e na Legislação Trabalhista para equilibrar as contas públicas. Robson Braga sugeriu aumentar a jornada de trabalho de 44 para 80 horas semanais, e citou como exemplo a França, dizendo ...

Leia Mais

© 2012 Todos os Direitos Reservados

Voltar ao Topo