Vitória da unidade na luta: FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT conquistam aumento real para trabalhadores nas indústrias farmacêuticas

0
400

“Unidade de ação entre FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT garante aumento salarial de 2,5%, sendo 0,93% de aumento real. Além disso, a PLR foi reajustada em 7,5% e o cartão alimentação em 10%. Mantivemos também todas as cláusulas sociais, tais como: Acesso gratuito/subsidiados a medicamentos, jornada de 40 horas semanais, licença-maternidade de 180 dias, formação de um grupo de trabalho entre representação dos trabalhadores e Sindusfarma para discutir os impactos da reforma trabalhista na CCT, entre outras conquistas.”

Sergio Luiz Leite, Serginho
Presidente da FEQUIMFAR e
1º secretário da Força Sindical

Líderes da FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT, juntos aos Sindicatos filiados e bancada patronal representada pelo SINDUSFARMA assinaram hoje a Convenção Coletiva de Trabalho beneficiando mais de 56 mil trabalhadores nas indústrias farmacêuticas em todo o estado de São Paulo.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou hoje o índice de inflação acumulada na data base 1º de abril – que é a da categoria de trabalhadores na indústria farmacêutica de SP. O acumulado nestes 12 meses ficou em 1,56%.

Principais Conquistas:

Reajuste Salarial2,5% de reajuste (INPC/IBGE de 1,56% mais 0,93% de aumento real estimado)
Com teto R$ 8.511,65 R$ (reajuste de 2,5% com aumento real de 0,93%)
Valor fixo R$ 212,79

Piso Salarial 

Para empresas com até 100 empregados
Reajuste de 2,5% (com aumento real de 0,93%)
De R$ 1.447,41 passará a ser R$ R$ 1.483,59 

Para empresas com mais de 100 empregados
Reajuste de 2,5% (com aumento real de 0,93%)
De R$ 1.629,13 passará a ser R$ R$ 1.669,84

PLR – Participação nos Lucros e Resultados 

Para empresas com até 100 empregados
Reajuste de 7,5% (com aumento real de 5,85%)
De R$ 1.577,00 passará a ser de R$ 1.695,27

Para empresas com mais de 100 empregados
Reajuste de 7,5 % (com aumento real de 5,85%)
De R$ 2.188,00 passará a ser R$ R$ 2.352,10

Cartão alimentação:

Empresas com até 100 funcionários
Reajuste de 9,23% (com aumento real de 7,56%)
De R$ 201,40 para R$ 220,00

Empresas com mais de 100 funcionários
Reajuste de 10% (com aumento real de 8,31%)
De R$ 300,00 para R$ 330,00

Acesso a Medicamentos: reajuste de 2,43% na correção do valor do subsídio pelo percentual de reajuste de medicamentos.

Deixe uma resposta